Proteção das Plantas 2017

2º Simpósio SCAP de Proteção das Plantas; 8º Congresso da Sociedade Portuguesa de Fitopatologia e 11º Encontro Nacional de Proteção Integrada

A SOCIEDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DE PORTUGAL (SCAP), a SOCIEDADE PORTUGUESA DE FITOPATOLOGIA (SPF), o CENTRO OPERATIVO E TECNOLÓGICO HORTOFRUTÍCOLA NACIONAL (COTHN) e a ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA DE SANTARÉM vão realizar, em 26 e 27 de outubro de 2017, o 2º Simpósio SCAP de Proteção das Plantas, o 8º Congresso da Sociedade Portuguesa de Fitopatologia e o 11º Encontro Nacional de Proteção Integrada.

A Europa tem vindo a adotar legislação rigorosa no que respeita ao registo e uso de pesticidas, abrindo caminho para a necessidade de desenvolver novos sistemas de proteção de culturas menos dependentes da luta química, assentes na Proteção Integrada e na Agricultura Biológica. Acresce que a Proteção das Plantas na Europa 2030-2050 será ainda mais exigente, num quadro de alterações climáticas, de crescimento demográfico, de crise energética e de muitos outros desafios sociais. A necessidade de produzir de forma sustentável mais e melhores alimentos e fibras, com redução de inputs e de desperdício, num cenário de globalização e de muito provável aumento da incidência dos inimigos das culturas, coloca desafios que exigem um investimento crescente no conhecimento, tecnologia e inovação.

Este encontro, interdisciplinar, juntará investigadores, técnicos, produtores, industriais do setor, jovens estudantes e todos os que se interessam pela área da Proteção das Plantas, e será um local privilegiado para refletir e discutir medidas que conciliem o aumento da produção sustentável, agrícola e florestal, com os desafios que se avizinham. Pretende-se aliar o conhecimento fundamental em áreas tão diversificadas como a Genética, Genómica, Biologia Molecular, Fisiologia, Micologia, Bacteriologia, Virologia, Nematologia, Herbologia, Entomologia, Acarologia, Ecologia e Epidemiologia, com o conhecimento aplicado no âmbito da prospeção, deteção, desenvolvimento de modelos de previsão dos inimigos das culturas, a par da inovação ao nível dos meios de luta que combinem práticas culturais, promoção da biodiversidade, novos pesticidas, biológicos ou outros, materiais e técnicas de aplicação inovadores, técnicas da agricultura e silvicultura de precisão e tecnologias de informação e comunicação (TIC), entre outros.

Ao reunir um número tão alargado de especialistas, na área da Proteção das Plantas, é nossa convicção de que o caminho se fará numa base conjunta de discussão de ideias que possibilitem o aumento sustentável da Produção Agrícola e Florestal, com redução do uso de pesticidas, contribuindo para a competitividade da economia, a conservação dos recursos e a segurança dos produtos agrícolas e florestais.

Secretariado

SCAP - Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Rua da Junqueira, 299     1300-338 Lisboa

secretariadopp@gmail.com  


Livro de Resumos em PDF


Comissão científica

Ana Maria Nazaré Pereira - UTAD
António Mexia - ISA ULisboa
Célia Mateus - INIAV
Cristina Amaro da Costa - ESAViseu IPViseu
David Horta Lopes - UAçores
Rita Costa - INIAV
Edmundo Sousa - INIAV
Elisabete Figueiredo - ISA ULisboa, SPF
Helena Oliveira - ISA ULisboa, Presidente da SPF
Isabel Abrantes - UCoimbra
Ivone Clara - UÉvora
João Pedro Luz - ESACastelo Branco IPCastelo Branco
João Portugal - ESABeja IPBeja
José Alberto Pereira -ESABragança IPBragança
Leonor Pato Cruz - INIAV
Manuel Mota - UÉvora
Maria do Céu Silva - ISA ULisboa, SPF
Maria José Moreno da Cunha - ESACoimbra IPCoimbra
Pedro Reis - INIAV, Presidente da SCAP
Pedro Talhinhas - ISA ULisboa
Raúl Rodrigues - ESAPonte de Lima IPViana do Castelo

Comissão organizadora

Ana Paula Nunes - COTHN
Ana Paula Ramos - ISA ULisboa, SCAP
Carlos Pais - SCAP
Carlos Santana - ESAElvas IPPortalegre
Elsa Valério - ESASantarém IPSantarém
Helena Bragança - INIAV
Maria do Céu Godinho - ESASantarém IPSantarém
Hélder Coelho - COTHN
Jorge de Castro - SCAP
Margarida Pereira - ESABeja IPBeja
Maria de Lurdes Inácio - INIAV, SCAP, SPF

Política de Privacidade

Todos os dados recolhidos são para exclusiva utilização por parte do COTHN na gestão das iniciativas a que se destinam, sejam elas, workshops, seminários, conferências, encontros, ações de formação, feiras, ações de divulgação, dias de campo, jornadas técnicas, balanços de campanhas, serviços e faturação. Não fornecemos dados pessoais a terceiros. Todos os dados recolhidos são os estritamente necessários para a organização dos eventos mencionados, serviços e faturação. Por razões jurídicas e processuais, o COTHN tem a obrigação de manter os dados recolhidos durante o período permitido por lei para atividades cientificas e de interesse publico.

Termos e condições COTHN:

O COTHN, Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional serve os seus associados e clientes através de serviços, promoção e divulgação. É uma entidade reconhecida como Centro de Competência e Centro Interface desde 2017. Ao participar nas nossas iniciativas e serviços, deverá manifestar o seu consentimento para a recolha e tratamento dos seus dados para fins de organização e/ou faturação. Algumas iniciativas pressupõem a captação de imagem (fotografia e vídeo) para necessidades de registo, e /ou divulgação de caracter científico ou de utilidade pública. Essa informação será sempre disponibilizada nos formulários de inscrição sendo a sua aceitação solicitada nos mesmos. A divulgação das nossas iniciativas e eventos é feita através dos nossos websites, na nossa newsletter (Boletim Informativo Semanal) e no nosso Facebook.

Cookies:

Os nossos websites usam cookies para fins de facilitação da navegação nas páginas. Os cookies são ficheiros que armazenam informações no disco rígido ou browser do utilizador, permitindo que os websites o reconheçam e saibam que já os visitou anteriormente. O utilizador pode configurar o seu browser para recusar os cookies, porém nesse caso, os websites ou partes dos mesmos podem não funcionar corretamente.